logo marca elementar

VER IMAGENS

SOBRE

Um jovem casal havia iniciado a reforma do seu apartamento por conta própria. Após sentirem dificuldades em algumas etapas, sobretudo na parte da ambientação e decoração dos espaços e na definição do mobiliário, resolveu nos contratar para que desenvolvêssemos essa parte para eles, já que se identificavam com a linha de projeto e conheciam outros espaços desenvolvidos pelo escritório. A ideia era deixar o apartamento com uma pegada mais jovem e descolada, refletindo bem a identidade do casal.

PROJETO

O ponto de partida do projeto foi não propor novas modificações significativas e aproveitar o que já havia sido feito pelo casal. Com isso, um desafio foi solucionar, da melhor forma possível, a inversão do layout padrão dos apartamentos do Recife, onde a sala de estar fica próxima à varanda, enquanto a de jantar próxima à entrada. Isso se deu porque a televisão utilizada pelo casal era de um tamanho tal que a distancia que ela ficaria para o sofá, caso fosse colocada na sala de estar original, ficaria extremamente desconfortável. 

Outro ponto que o casal não conseguiu solucionar era a integração da cozinha com a sala de estar, pois eles haviam demolido a parede que separava os ambientes e achavam que não tinha ficado bom. Com isso, propusemos uma divisória em aço pintada de preto, com linhas diagonais, com uma folha fixa e outra de correr, de forma que ela assume desenhos diferentes quando está totalmente fechada ou aberta.

Propusemos cores neutras nas superfícies de piso, parede e teto de todo o apartamento, utilizando piso vinílico em madeira, textura em concreto aparente e cores básicas. Em contraponto, utilizamos cores nos móveis e objetos de decoração para equilibrar a composição e dar uma ar mais despojado e jovem ao apartamento.

Reaproveitamos a maior parte do mobiliário já existente, como a mesa de jantar, o banco, sofá e as mesas de cabeceiras do quarto do casal. O sofá foi repaginado, ganhando novo tecido na cor verde. O banco saiu da mesa de jantar, que ganhou novas cadeiras, e passou para a varanda. As paredes de tijolinho e em concreto aparente, junto com a divisória e as luminárias dão um caráter mais industrial aos espaços. 

As superfícies neutras de piso, parede e teto, utilizando materiais como piso vinílico em madeira, textura de concreto aparente e cores básicas como o branco e preto, contrastam com as cores vivas e estampas escolhidas para os móveis e objetos de decoração.

A parede em tijolinho aparente branco integra as salas de estar e jantar enquanto a textura em concreto aparente nas paredes e teto conformam o espaço da sala de jantar. Os quadros da Urban Arts escolhidos tem cores na mesma paleta adotadas nos demais elementos da sala. Os pufes são móveis coringa e podem ser utilizados quando o casal receber mais convidados.

A divisória com desenho aço feito pelo escritório divide a cozinha da sala de estar e permite diferentes desenhos a medida em que uma folha transpassa a outra.

A varanda foi integrada a sala de jantar permitindo um layout mais confortável para a sala de jantar.

A mesa em madeira que foi reaproveitada ganhou um conjunto de cadeiras novo, com um design mais leve e moderno, fazendo um contraponto. O banco que era utilizado na mesa passou a ser utilizado na varanda. A luminária feita com uma vara de madeira e cabos e lâmpadas de filamento aparentes contribuem para o caráter despojado do ambiente.

O espaço da circulação foi aproveitado para se criar um home office e uma rouparia. O lambe lambe com estampa alegre e o armário em osb se contrapõe com a sobriedade do painel e da mesa de trabalho.

O quarto do casal com mobiliário simples e descontraído tem uma vibe bem despojada. O tapete colorido se contrapões as superfícies de piso, parede e teto. O painel de cabeceira em laca fosca azul emoldura a cama e arremata a cortina.

O piso vinílico foi utilizado também na parede, criando uma espécie de painel, aquecendo o ambiente. As luminárias pendentes e a parede em concreto trazem um toque industrial ao espaço.