logo marca elementar

VER IMAGENS

SOBRE

O casal de clientes nos procurou com uma missão bem definida, fazer projeto e obra em três meses, pois haviam vendido o apartamento em que moravam e tinham um prazo determinado para liberá-lo ao comprador. A partir das referências muito bem alinhadas do que os clientes pretendiam estética e funcionalmente para o apartamento e da colaboração entre arquitetos, clientes e equipe de obra, se definiu os mínimos produtos viáveis a serem entregues para viabilizar o início da obra no menor prazo possível. As referências do casal eram, em sua maior parte, de ambientes com uma pegada industrial, jovem e descolada, onde também se percebia, claramente, a identidade dos moradores, o que casava bem com o estilo de projeto do escritório que busca fazer projetos personalizados e que permitam que os moradores se apropriem verdadeiramente dos espaços.

PROJETO

Os clientes queriam um apartamento com “cara de casa”, onde os espaços fossem integrados e o projeto abraçasse o dia a dia real da família. Com isso, propusemos algumas modificações em relação à planta original do imóvel. Integramos a varanda e a cozinha às salas de estar e jantar, criando um grande espaço único, diferenciando os usos de cada parte através dos diferentes revestimentos de piso. Nas salas, assim como nos quartos e circulação, utilizamos um piso laminado de madeira, na cozinha um ladrilho hidráulico geométrico com paginação “aleatória” e na varanda, que teve o nível do piso elevado, para criar a sensação de um espaço diferente, apesar da integração, utilizamos um porcelanato com visual de cimento queimado. Além de integrar a varanda, ainda crescemos um pouco o seu tamanho em direção às salas, já que propusemos uma mesa de jantar conectada à cozinha, com isso ganhamos espaço. A varanda maior, aberta, com mesa, almofadões, rede, poltrona de balanço e vegetação tem, de certa forma, uma cara de “quintal”, de área externa de uma casa, trazendo um ar diferente ao apartamento. Na cozinha, propusemos um mix de armários abertos e fechados, deixando os itens mais à mão, facilitando o dia a dia. A bancada em madeira natural lyptus contrasta com os elementos industriais como a laje aparente em concreto armado adotada em toda a sala e e os mobiliário e peças em serralharia. O revestimento em tijolinhos presente nas paredes da cozinha, salas e varanda reforçam a integração dos ambientes. Boa parte dos móveis que o casal tinha no antigo apartamento foi aproveitada, como sofá, poltronas da sala e do quarto de casal, sofá-cama do home office e algumas das cadeiras da mesa de jantar, onde propusemos um mix com cadeiras diferentes. Na área íntima do apartamento, propusemos uma alteração na planta, incorporando o lavabo original ao closet do casal, aumentando o seu espaço. Com isso, o primeiro quarto foi transformado em home office, e o banheiro que fazia parte dele se transformou no novo lavabo. Assim como na área social, os ambientes dos quartos e banheiros seguem uma pegada industrial, utilizando madeira, móveis em serralharia, concreto aparente e tijolinhos, mas sem abrir mão de elementos que garantam um ambiente aconchegante e acolhedor.

Integramos a cozinha e a varanda à sala, criando um grande espaço para reunir a família e os amigos. Utilizamos o piso laminado de madeira na sala, o ladrilho hidráulico na cozinha e o porcelanato que reproduz cimento queimado na varanda, um mix que deu certo.

A cozinha totalmente aberta fez com que pudéssemos dispensar o uso da mesa de jantar, já que o casal também não fazia questão e com isso deixamos os espaços mais livres e amplos.

Na sala, deixamos a laje em concreto aparente à mostra e descascamos também algumas vigas e pilares. Para reforçar a estética industrial, as instalações para iluminação e ar condiconado ficaram aparentes em eletrocalhas.

Na sala de tv também criamos um recanto que pode ser usado para leitura, com uma poltrona super confortável.

O peinel de tv se integra com uma cristaleira em vidro que é emoldurada por uma estrutura em metalon.

Na mesa de jantar utilizamos um mix de cadeiras que dá um toque inusitado ao espaço de refeições. A integração do piso laminado de madeira com o ladrilho hidráulico com paginação “aleatória” se deu de forma muito harmoniosa.

A estética industrial permeia todo o projeto deste apartamento.

A cozinha desse apartamento é o coração desse grande espaço de convivência que foi criado.

Elevamos em 10 centímetros o piso da varanda para, apesar da integração, criar um ambiente diferenciado dos outros que estão próximos.

O piso em ladrilho hidráulico conversa com a estrutura em metalon acima do balcão e mesa do jantar e também com a molduras em alumínio preto das portas dos armários aéreos.

A partir do balcão do cooktop da cozinha e da mesa de jantar é possível ver a sala de estar e a varanda pois os espaços se relacionam e integram. A bancada em madeira maciça é um diferencial do projeto.

O jardim vertical traz um toque de verde e se contrapõe ao elementos industriais. A cadeira de balanço suspensa traz um caráter lúdico ao espaço, além de ser um elemento coringa que serve tanto à varanda quanto à sala.

A varanda permite diversos layouts e usos, pois todos os elementos são móveis, como a mesa, futons, pufes e rede.

A sala ampla e integrada é um diferencial desse projeto, que apesar de ser em uma apartamento, tem um certo ar de casa.

O lavabo tem tons mais escuros e sóbrios como o piso em porcelanato que remete a cimento queimado e o tom de cinza escuro na parte superior das paredes. O casquilho de tijolo na parte inferior das paredes dá um toque de aconchego e faz contraponto com os demais tons.

No quarto de casal também descascamos o pilar e algumas vigas, deixando o concreto à mostra. O piso é o mesmo laminado utilizado em todo o apartamento.

Aproveitamos um móvel existente como rack e criamos um outro em aço preto para deixar o conjunto mais ergonômico e criar o nicho de equipamentos.

Demolimos as paredes que dividiam o banheiro e o closet do quarto e criamos uma esquadria em madeira com portas de correr com vidro jateado, que permite melhor iluminar esses espaços além de contribuir para a linguagem industrial pretendida para o apartamento.

A luminária pendente, executada pelos próprios clientes, dá uma iluminação indireta ao ambiente, criando um clima mais aconchegante.

Criamos um painel de cabeceira ripado na cor cinza e aproveitamos dois criados mudos existentes que o casal possuía.

No closet criamos uma estrutura vazada em aço carbono para sustentar os gaveteiros e prateleiras em mdf, o que garantiu um ambiente bem leve e menos apertado visualmente. A iluminação com trilho eletrificado é bastante versátil e funcional.

No banheiro de casal foi utilizada uma combinação infalível de preto e branco. No piso especificadas uma pedra hexagonal preta em grande formato, enquanto que nas paredes o revestimento é branco, também com formato hexagonal. A bancada em concreto aparente moldado in loco traz um tom industrial ao espaço.

O banheiro tem um caráter minimalista, com poucos elementos e uso de tons neutros.

Para João, nosso mini cliente, propusemos uma quarto montessoriano, onde todos os elementos estão ao alcance dele, de forma que o seu desenvolvimento seja facilitado e sua independência estimulada.

Os vários tons de cinza criam uma base neutra que se contrapõe ao piso em laminado de madeira e aos elementos decorativos que trazem toque de cor ao espaço.

O uso da madeira no piso e do tijolinho em trechos de parede conectam o quartinho de João com o restante do apartamento.

O banheiro de João tem tons neutros como o piso em porcelanato de cimento queimado e metrotiles branco nas paredes até meia altura. A bancada em silestone cinza e o móvel em tons de azul e madeira completam a cena.

O escritório/quarto de hóspedes é marcado pelos tons escuros e pelas estantes em metalon e madeira natural, com nichos abertos prateleira e módulos fechados.

Aproveitamos um sofá cama existente na cor azul que se contrapões às paredes cinza e à parede em texturatto especial efeito mármore da Suvinil.

O local de trabalho é bem compacto e funcional, o que atende perfeitamente à demanda do casal.

No banheiro da brinquedoteca usamos um revestimento hexagonal branco, num formato maior, e o piso no mesmo porcelanato que foi usado no banheiro de João. Um banheiro simples mas funcional e charmoso.

Planta baixa original do apartamento.

Planta baixa do projeto do apartamento.